Highlights

Registos na memória do mundo

Em Março de 2010, a Biblioteca Central de Marinha - Arquivo Histórico apresentou a candidatura ao Registo da Memória do Mundo 2010 – 2011, com o documento - “Relatórios da 1ª Travessia Aérea do Atlântico Sul”, efectuada em 1922, e elaborados pelos Comandantes Gago Coutinho e Sacadura Cabral. Esta candidatura teve o apoio da Comissão Nacional da UNESCO e da Direcção-Geral de Arquivos.

A UNESCO inscreveu o Relatório da 1ª Travessia Aérea do Atlântico Sul, no Registo da Memória do Mundo, a 27 de Julho de 2011, que, a partir desta data, é considerado Património da Humanidade.

O Relatório, constitui um documento único e original, integrando dois testemunhos que descrevem a viagem, a bordo de um hidroavião que partiu de Lisboa, rumo ao Brasil, utilizando como meio de navegação astronómica o sextante de horizonte artificial, inventado por Gago Coutinho. Esta proeza é um marco na História da Aviação, assinalando a estreia do sextante, como meio fundamental na navegação aérea.

Gago Coutinho descreve a parte técnica da navegação e Sacadura Cabral relata as razões, motivações, preparação e descrição da viagem.